domingo, 2 de agosto de 2009

Dormir... e amar.

Nós duas - 2007
.
Adoro ver você dormir, filha.
É um momento sereno, tão nosso, tão para sempre...
Fico deitada ao seu lado, às vezes por uma hora, só te contemplando. Passo a mão no seu rosto, de levinho, ajeito o seu cabelo, sinto sua respiração quentinha fazer cócegas na minha pele, e vez ou outra, confesso, te dou um beijo.
Naquela hora você é tão minha.
É o momento em que me abstraio do dia-a-dia para, naquele instante, apreciar o milagre da vida, do crescimento, do amor.
Velo teu sono e te amo ainda mais.

Na verdade te amo quando te vejo dormir, e também nas manhãs barulhentas na nossa cama, no banho, à tarde, nas historinhas contadas daquele nosso jeito engraçado, na saída da escola, nos carinhos, e de novo quando chega a noitinha... e posso mais uma vez te ver dormir !

4 comentários:

Layara disse...

E assim será, mesmo quando eles crescem, a serenidade de ver um filho dormindo em paz,tranquilidade, para nós será sempre um milagre da vida.

Voce sabe ser linda mamãe da Bebela.

Um beijo Lilás nesse sono sereno!

Leandro Capilluppi disse...

Ai, é mesmo...
Lá em casa temos o revezamento 1x1, uma noite eu ponho e outra noite minha esposa põe nossa Malú pra dormir... ontem foi minha vez... é muito bom... é realmente o momento em que elas são totalmente nossas mesmo!
bj

Dan disse...

Se todos os pais exercecem a paternidade/maternidade como você o mundo seria muito melhor.

Beleza de texto

zuleid disse...

Enquanto ela dorme, você sonha...
Beijos prás duas!